Uma Corda, Vários Sons – Orquestra de Berimbaus Afinados

Data(s) e Horário(s): 02/11 às 19:00h, 09/11 às 19:00h, 16/11 às 19:00h, 23/11 às 19:00h

Local: Rua Gamboa de Cima 03, Centro (ao lado do Quartel dos Aflitos)

Preço: 20,00 (inteira) e 10,00(meia entrada)

Mais Informações

Uma equipe com grandes artistas e com mais de 10 pessoas e instrumentos ocupando o palco. Por mais um ano, a Orquestra de Berimbaus Afinados Dainho Xequerê está no Gamboa Nova, agora durante o Novembro Negro, que vai celebrar o mês da Consciência Negra, homenageando Moa do Katendê.

 

A proposta do espetáculo é mostra a riqueza harmônica e melódica dos berimbaus, com acordes exatos dentro do campo harmônico de cada tonalidade. Os arranjos musicais como um violão ou contra baixo, desenvolvem nova visibilidade ao conceito do instrumento, com a utilização de afinadores, corda de piano, pedaleira com efeitos, adaptadores para afinação e leitura de partituras.

 

A Orquestra vem executando músicas de domínio público cantadas em rodas de capoeira, músicas populares de artistas renomados como Luiz Gonzaga, Gilberto Gil, Carlinhos Brown, Bob Marley entre outros, músicas com arranjos autorais, hinos e clássicos, interagindo com a plateia através de ritmos brasileiros e afro brasileiros.

 

Visualmente, são exploradas texturas de tecidos da Guiné Bissau, Senegal, cabaças, além de figurinos fortes. Além disso, o espetáculo Uma Corda, Vários Sons também conta com poemas negros e uma bailarina especializada nos ritmos propostos.

 

Classificação: Livre

 

Ficha Técnica

Músico, diretor musical e Propulsor da OBA DX – Dainho Xequerê

Musicistas: Jeane Alves, Viviane Santos + Musicista/Bailarina – Márcia Andrade

Músicos: Ronei Santos, Diogénes Ramos dos Santos , Igor Santos, Gabriel Paixão, Everton Santos, Uiller 21

Diretor – Luis Bandeira

Produção – Márcia Andrade e Dainho Xequerê

Técnico de Som – Vanderson Souza

Técnico de Luz – Dalila Leal

Apoio Financeiro

Desenvolvido Por:

WebD2 Desenvolvimento Web