Nenhuma Carta

Data(s) e Horário(s): 27/07 às 20:00h, 28/07 às 20:00h, 29/07 às 20:00h, 30/07 às 17:00h

Local: Rua Gamboa de Cima 03, Centro (ao lado do Quartel dos Aflitos)

Preço: 20,00 (inteira) e 10,00(meia entrada)

Mais Informações

Em cartaz no Teatro Gamboa Nova, de 27 a 30 de julho, o espetáculo Nenhuma Carta nasce como uma celebração ao poeta baiano Alexandre Coutinho, falecido em 2013. A partir da morte do seu amigo poeta, a atriz/performer/pesquisadora Larissa Lacerda (que também assina a dramaturgia e direção do espetáculo) lança mão de lapsos, erra diante das memórias e de uma narrativa estilhaçada pelo presente, para refletir sobre ausência, solidão, morte e, inevitavelmente, sobre amor e amizade.

 

O espetáculo, que foi a formatura de Larissa no curso de Artes Cênicas da UFBA com ênfase em Direção Teatral, é o segundo fruto de uma pesquisa que começou em 2014 com “Precipício: experimento n°1”. A obra tem como suporte a construção cênica das próprias memórias da atriz, também poemas, diários, textos de blog, canções e cartas de despedidas de escritores suicidados.

 

É uma realização do grupo Panacéia Delirante, numa maneira de celebrar a amizade, o amor e as parcerias que tornam possíveis certas travessias. Sons. Silêncios. Pausa. “A morte pode nos atravessar de diversas formas. E nos ensinar. As ausências, muitas vezes, lembram que ainda estamos por aqui. E como disse o poeta: ‘Esse é seu instante. Aproveite-o e deixe-o ir também. Depois virá outro, e outro, instante seu". (Alexandre Coutinho)” – conclui Larissa.

 

Classificação etária: 14 anos

 

Ficha Técnica

Encenação e texto: Larissa Lacerda

Colaboradores cênicos: Camila Guilera (Assistência de Direção) Vinicius Bustani (A outra voz)

Direção de movimento: Bárbara Barbará

Direção musical: Luciano Salvador Bahia

Figurino, maquiagem e design gráfico: Agamenon Abreu

Costureira: Guida Maria (Centro Técnico TCA)

Iluminação: João Batista

Assistência Iluminação: Felipe Viguini

Operação de luz: Vinicius Bustani

Operação de som: Camila Guilera

Cenografia: Rodrigo Frota

Colaboração de cenografia: Érick Saboya

Cenotecnia: Adriano e Tomate (Centro Técnico TCA)

Assistente de cenografia e figurino: Bia Roriz

Pesquisa, consultoria literária e mais: Lorena Grisi

Orientação dramatúrgica inicial: Gil Vicente Tavares

Coordenação de produção: Camila Guilera

Assistência de produção: Larissa Lacerda e Bia Roriz

Realização: Panacéia Delirante

Apoio Financeiro

Desenvolvido Por:

WebD2 Desenvolvimento Web